Política

Defesa do deputado Bosco Carneiro garante sua parmanência na Assembleia Legislativa

0

Pleno do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) cassou, por unanimidade, nesta quinta-feira (26) os deputados estaduais Chió (Rede), Doutor Érico (MDB) e Bosco Carneiro (Cidadania).A decisão atinge ainda a suplente Rafaela Camaraense (PSB) por suposta fraude praticada pelo PPS no Registro de Candidatura com a utilização de mulheres laranjas.

O advogado do deputado João Bosco, Eduardo Costa, afirmou que a decisão do Tribunal Regional Eleitoral, na prática, não afetará os mandatos dos parlamentares que continuarão no exercício de seus mandatos na Assembléia Legislativa: “Importante esclarecer a toda Paraíba que o TRE/PB afastou qualquer participação dos deputados na citada fraude, supostamente praticada pelos Dirigentes do PPS Estadual que ocasionou a nulidade de 200 mil votos obtidos pelos candidatos da Coligação ´´A Força do Trabalho 5“, tanto que não foram condenados à inelegibilidade e continuam com suas fichas limpas.

Segundo Eduardo Costa, o próprio Tribunal Regional Eleitoral confirmou na Sessão que os deputados continuarão nos cargos até que o Tribunal Superior Eleitoral aprecie os recursos.

“O próprio TRE reconheceu o efeito suspensivo e confirmou em Sessão que o deputados continuarão nos cargos e, inclusive, por não terem participado das fraudes poderão ser candidatos naturalmente ao próximo pleito estadual.”

Edvaldo

Itabaiana agradece Efraim pela Patrol agrícola: “Vai desenvolver o agro e vocação econômica da cidade”

Previous article

‘Ele está melhor do que a gente’, disse agente da PRF ao asfixiar Genivaldo – VEJA VÍDEO

Next article

Veja também

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in Política