Destaques

Indícios de homofobia: Homem é preso suspeito de matar irmão

0

Um homem de 46 anos foi preso na madrugada de hoje suspeito de ter matado a facadas o próprio irmão, o fotógrafo Idamar Lima Pereira, 36, por não aceitar que a vítima era homossexual. O crime ocorreu na terça-feira (11), no bairro Jardim Oásis, em Iguatu (CE).

Segundo SSPDS/CE (Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará), José Elidomar Pereira Lima foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio qualificado pelo motivo torpe, devido aos indícios de homofobia.

Nas redes sociais, Idamar se apresentava como fotógrafo e realizava trabalhos com ensaios e eventos no Ceará. Ele também era formado em pedagogia.

Diversos amigos e familiares lamentaram a morte do fotógrafo na internet. “Não consigo acreditar ainda que você se foi. Meu amigo, que Deus te receba de braços abertos. Como uma pessoa teve coragem de fazer com você o que fez. Você não merecia. Mas eu sei que o céu hoje está em festa”, escreveu uma amiga. “Você era um ser incrível. Tão jovem, tinha uma vida toda pela frente. Meu Deus, quanta crueldade”, compartilhou outra.

A polícia ainda segue investigando o caso para saber se há outras motivações relacionadas ao crime. Denúncias podem ser feitas para o telefone da Delegacia Regional de Iguatu ou para o número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS.

O Uol não conseguiu localizar os representantes legais de José Elidomar. Segundo dados do TJCE (Tribunal de Justiça do Estado do Ceará), a defesa dele ainda não foi constituída. O espaço segue aberto para pronunciamentos de seus advogados.

Edvaldo

Mais uma promessa cumprida: Obras de pavimentação da comunidade do Quati estão em fase final, população tigrense comemora

Previous article

Caindo por terra: inverdades de Bolsonaro sobre o preço do combustível caem por terra

Next article

Veja também

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaques