Destaques

“Pregadora” católica ensina que Maria não morreu e intercede pelos cristãos

0

Em novo vídeo compartilhado nas redes sociais, a “pregadora” católica Thayna Azevedo, que se identifica como membra da Comunidade Católica Kairos, reforça uma heresia defendida pela Igreja Católica. No vídeo, ela afirma que Maria, a mãe de Jesus Cristo, subiu aos Céus e intercede pelos cristãos.

Recentemente, veio a pública um vídeo onde a “pregadora” afirma que a adoração verdadeira só é possível na Igreja Católica, distorcendo uma passagem bíblica para tentar justificar seu falso ensino.

Agora, no novo vídeo que circula nas redes sociais, Thayna tenta defender uma heresia católica que não tem fundamento bíblico, afirmando que Maria não morreu, mas foi levada para o Céu e que podemos orar em nome dela porque, supostamente, ela intercede por nós.

O ensino, porém, não encontra respaldo bíblico, sendo rechaçado frequentemente por teólogos protestantes, já que às Escrituras afirmam que há “um só mediador entre Deus e os homens”, mostrando que este mediador é Jesus Cristo ( 1 Timóteo 2:5).

“Dogma da igreja [Católica], que a igreja fala e professa: que Maria subiu aos Céus. Até hoje não se encontrou-se os restos mortais de Maria. Maria subiu aos Céus, a assunção da virgem Maria, ela sobe aos Céus, que isso vem com embasamento bíblico(sic)”, disse Thayna.

Em seguida, ela lembra que o salário do pecado é a morte, como diz às Escrituras (Romanos 6:23), mas argumenta que Maria não poderia morrer porque não teria pecado, o que não encontra embasamento na Bíblia.

“Ou seja, não tinha como Maria morrer porque o salário do pecado é a morte, Maria não cometeu pecado nenhum por isso que Maria não está morta. Maria está viva no Céu, a direita do Pai, intercedendo por cada um de nós e pode pedir pra mãe [Maria] que ela atende (sic)”, disse.

Fonte: Gospel Prime

Edvaldo

Covid-19: Paraíba volta a registrar mais de 100 pacientes internados pela doença

Previous article

Wilson Filho destaca capacidade de diálogo do governador com policiais: “Proposta nunca antes vista na Paraíba”

Next article

Veja também

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaques