Destaques

Juíza determina transfusão para bebês de Testemunhas de Jeová

0

Uma juíza de Goiás acatou um pedido do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) e determinou que bebês gêmeos que nasceram prematuros, de um casal de Testemunhas de Jeová, sejam submetidos a transfusão de sangue imediata diante do risco de morte.

Internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal, eles nasceram com 28  semanas e 5 dias, mas os pais se recusavam a autorizar a transfusão de sangue alegando prejuízo a sua fé.

De acordo com o Metrópoles, o parto ocorreu no último dia 28 de novembro, sendo que os bebês tinham apenas 1,2 kg e 928 gramas, respectivamente. Com isso, eles tiveram de ser submetidos a tratamento na Maternidade Ela, sem previsão de alta, “em virtude de suas delicadas e frágeis condições”, explicou a unidade de saúde.

Como os pequenos possuem sérios riscos de complicações como infecção, displasia broncopulmonar e anemia, podendo ser necessária a transfusão urgente de sangue, o hospital decidiu recorrer para que o tratamento fosse garantido.

“O nível muito baixo de hemoglobina em um recém-nascido pode ocasionar sérias complicações de difíceis ou impossíveis reparações, sendo a transfusão de sangue a medida que mais se adequa ao presente caso”, declarou o hospital.

Contudo, o procedimento não foi autorizado pelos pais das crianças, alegando que ele ofende a sua fé religiosa, já que frequentam a seita altamente prejudicial.

Edvaldo

Mais um super dia “D” de vacinação contra Covid em Sumé

Previous article

Moro confessa que Lava Jato foi projeto político para combater o Partido dos Trabalhadores

Next article

Veja também

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaques