DestaquesPolêmica

Pastora da Igreja Batista recebe ameaças de morte após celebrar união homoafetiva

0

A pastora batista e teóloga Odja Barros prestou queixa nesta terça-feira (14) após receber ameaças de morte direcionadas a ela e a sua família por conta da celebração de um casamento entre duas mulheres no dia 5/12, em Maceió. Ela é líder religiosa da Igreja Batista do Pinheiro na capital alagoana. A repercussão do caso veio após matéria publicada por Universa, no último sábado, contando sobre o ato histórico da pastora em aceitar unir o amor de duas mulheres em uma celebração religiosa com efeito civil.

Desde a publicação, ela recebeu centenas de mensagens de carinho e elogios pelo casamento homoafetivo, mas também recebeu ofensas e ataques. Pelo menos um deles se destacou pela violência, com envio de foto de uma arma e ameaças de morte. Na manhã desta quarta-feira (15), Odja esteve na Delegacia-Geral de Alagoas para prestar depoimento. O caso será designado a um delegado especial na sequência.

A mensagem veio na segunda-feira, mas foi visto pela pastora apenas no dia seguinte. Em áudios recebidos nas suas mensagens diretas do Instagram, um homem a ameaça de morte: “Tá vendo esse revólver aqui? Eu vou colocar cinco bala [sic] na sua cabeça, viu, sua sapatão?! Nunca que você é uma teóloga. Nunca, mano! Tá tirando, mano. Tu tá usando a Bíblia, mano, que nunca leu um livro pra casar duas mulé [sic], sendo que Deus condena isso lá em Levítico. Você tá tirando, mano, teóloga? Quantos livro [sic] você leu, cara? Você vai pagar, minha irmã, porque eu já tenho aqui os seus familiares”.

A mensagem partiu de um perfil de um homem que diz morar em Maceió e que se apresenta como “cristão” e ainda cita em sua descrição: “DEUS tu és o rei, o supremo Governador de tudo!” O perfil dele tem 16,9 mil seguidores e há apenas três fotos publicadas —todas do que seria o rosto dele

Edvaldo

Projeto do deputado Anísio Maia, que proíbe sacrifício de animais é aprovado na ALPB

Previous article

No Brasil, 72% das famílias mais pobres perderam refeição na pandemia

Next article

Veja também

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in Destaques