DESTAQUESNotícias

Por unanimidade, TRE nega recurso de Sandro Môco e mantém deferimento do registro de candidatura de Aristeu Chaves

Por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba impôs mais uma derrota para o candidato a prefeito de Camalaú, Sandro Môco (PSDB), que interpôs com um recurso em face da decisão do Juiz Eleitoral da 29ª Zona, que deferiu o registro de candidatura de Aristeu Chaves (Cidadania), para concorrer ao cargo de prefeito de Camalaú.

Seguindo o voto do Relator, e o parecer do Ministério Público Eleitoral, os Juízes votaram por manter-se intacta a sentença recorrida, mantendo-se o deferimento do registro de candidatura de Aristeu Chaves.

A defesa de Aristeu Chaves afirmou que a decisão já era esperada, pois não havia nenhum fundamento o pedido de impugnação apresentado pelo prefeito afastado, Sandro Môco, uma vez que Aristeu havia se desicompatibilizado do cargo de Coodernador do Procase no prazo legal, inclusive juntando os documentos necessários, e o que houve foi apenas uma tentativa de tumultuar o processo eleitoral de Camalaú e criar instabilidade, uma vez que a candidatura de Aristeu é legítima, limpa e honesta.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: