DESTAQUESNotícias

Sob comoção e homenagens, corpo de Rômulo Gouveia é sepultado em Campina Grande

Foi sepultado no final da tarde desta segunda-feira (14), no Cemitério Campo Santo Parque da Paz, em Campina Grande, o corpo do deputado federal Rômulo Gouveia (PSD), que tinha 53 anos e morreu vítima de um infarto na madrugada do último domingo (13).

 

Sob aplausos e forte comoção de amigos, familiares e autoridades políticas, o sepultamento foi realizado por volta das 17h10, após um ato ecumênico e uma série de homenagens que foram realizados nos instantes finais do velório.

 

Desde que a morte precoce e inesperada do parlamentar foi confirmada por seus familiares, na manhã do domingo, já se passaram mais de 24 horas, marcadas por cerimônias e homenagens emocionadas, feitas em diversos espaços por familiares, amigos e companheiros de atividade política.

 

A primeira etapa do velório de Rômulo foi realizada durante a tarde de ontem, na Câmara Municipal de Campina Grande.

 

Em seguida, o corpo foi colocado em um carro do Corpo de Bombeiros, que seguiu em cortejo pelas principais ruas da cidade até o Cemitério Campo Santo Parque da Paz, onde da noite de ontem até o final da tarde de hoje foi realizada a segunda etapa do velório.

 

Durante todo esse período participaram das cerimônias fúnebres, para se despedir e prestar uma última homenagem ao deputado, centenas de amigos, familiares e diversas autoridades políticas.

 

Entre elas, o presidente nacional do PSD, ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM), os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB) e Raimundo Lira (PSD), o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, além de deputados, vereadores e prefeitos de toda a Paraíba.

 

 

SAÚDE

 

Vítima de um infarto, Rômulo passou mal durante a madrugada, em seu apartamento no bairro do Alto Branco, em Campina Grande.

Ele foi socorrido inicialmente pela esposa, pelos filhos e por uma médica que mora no mesmo prédio da família. Em seguida, uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) levou o deputado para o hospital, mas ele não conseguiu ser reanimado após a parada cardíaca.

Rômulo, que passou cerca de uma semana internado em uma clínica da cidade para tratar uma infecção urinária, havia recebido alta após a conclusão do tratamento, na noite de sábado. Ele planejava retomar suas atividades em Brasília na segunda-feira, mas faleceu horas depois de chegar em casa.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: