Rádio Paraíba da Gente | Clique e Ouça
  • dezembro 7, 2019

A esquerda brasileira está perdida – Por Delfim Neto

Talvez seja interessante lembrar por que a esquerda adquiriu esse nome.

“Na Assembleia Nacional Constituinte de 1789, os deputados mais críticos da monarquia começaram a reunir-se nas cadeiras à esquerda do presidente. Os conservadores que a apoiavam congregaram-se à sua direita”, escreveu Geoffrey Hodgson em “Wrong Turnings: How the Left Got Lost” (The University of Chicago, 2018).

“O Barão de Gauville explicou: começamos a nos reconhecer. Os leais à religião e ao rei tomávamos distância à direita para evitar a gritaria, as imprecações e as indecências que circulavam livremente no campo oposto.”

Hodgson é um brilhante e insuspeito representante da atual esquerda adulta. Esta não usa a gritaria nem o baixo calão, mas a lógica para “inventar” instituições que, numa república democrática, acomodem, além de liberdade e igualdade, a eficiência produtiva, sem a qual a sociedade não sobrevive materialmente.

As tentativas fracassadas do socialismo mostram que não se trata de um problema trivial. A nossa esquerda, perdida, recusou, no grito, que Guedes pudesse esclarecê-la.



Fonte: Folha de S. Paulo

Créditos: Delfim Neto

Edvaldo

Leia o anterior

Mulher é esfaqueada por homem durante discussão, em Itaporanga

Leia o próximo

FALTA DE SENSIBILIDADE: Damares ignora apelo de deputados para se manifestar sobre fuzilamento de músico

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: