O filho caçula do ex-presidente Michel Temer, conhecido como Michelzinho, de 9 anos, virou alvo de ofensas na internet. O menino, que tem um canal no YouTube com quase 8 mil inscritos, recebeu vários comentários irônicos sobre a prisão do pai.

Um dos usuários sugeriu que Michelzinho faça um vídeo mostrando o dia-a-dia de Temer na cadeia. Outro perguntou se ele ao menos se despediu do pai antes de ele ser detido por comandar uma operação criminosa há 40 anos.

Por outro lado, outros internautas partiram em defesa do garoto. Uma pessoa escreveu “Quanta gente sem noção nos comentários. Vir no canal de uma criança para atacar o pai dele. Aprendam a separar as coisas”. Outros usaram as tags #ForçaMichelzinho e #TemerLivre.