Açude de Boqueirão está há quase 240 dias sem receber recargas de água

O volume de água no açude Epitácio Pessoa, conhecido como açude de Boqueirão, no Cariri paraibano, está sem recarga há 238 dias consecutivos. Os dados da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) mostram que, em 17 de maio, o açude estava com 35,45% da capacidade total. Já até a quinta-feira (10) o volume estava em 21,83%.

A queda no volume começou depois que o açude deixou de receber recargas das águas da transposição do Rio São Francisco (eixo leste), o que ocorreu em 4 de abril de 2018, por causa da necessidade de conclusão de obras nos açudes de Monteiro e Camalaú.

Ainda de acordo com o dados da Aesa, em 17 de maio de 2018 o volume era de 145,9 milhões de m³ de água. E nesta quinta-feira a medição feita pela manhã mostra que ele está com 89,8 milhões de m³. A diferença do que diminuiu, durante esse tempo é de 56 milhões de m³.

Além do consumo de água da população de Campina Grande e outros 18 municípios do Agreste paraibano, Boqueirão tem perdido água através da evaporação e também está com as comportas abertas para permitir que a água chegue ao açude de Acauã, através do Rio Paraíba, para atender a outras cidades.