Os professores da Universidade Federal da Paraíba (UFCG) vão paralisar suas atividades no dia 19 de fevereiro em manifestação contra a Reforma da Previdência. A decisão foi tomada durante uma assembleia geral da categoria, realizada simultaneamente nos campi de Campina Grande, Sumé e Cuité nesta quarta-feira (7), segundo a Associação dos Docentes da UFCG (AdufCG).

A decisão de paralisação segue uma deliberação, por consenso, do Fórum das Entidades Nacionais de Servidores Públicos Federais (Fonasefe) e do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) tomada, em Brasília, no sábado e domingo (3 e 4).

Os professores da UFCG vão participar da preparação de um ato público do Comitê Municipal contra a Reforma da Previdência, para o dia 19 de fevereiro, e de várias mobilizações durante o Carnaval.